London Mateus Leme Curitiba

Especialista em Noiva – Masculino – Festa

Maio – Mês das noivas

Homenagem àquelas que acreditam e tornam o amor possível!

Quando pequenas, aprendemos a andar sempre caindo, a mãe na maioria das vezes, sempre vem socorrer e diz “vou dar um beijinho que passa”, esse carinho que nos envolve, é o que nos passa o sentimento mais maravilhoso que possa existir, assim vamos aprendendo a caminhar sozinhas, e descobrir um mundo diferente todos os dias.

mae caminha com bebe

A gente cresce mais e o que ouvíamos de todos os adultos quando nos machucávamos, “Há, quando casar, sara! ”, para a maioria não faz sentido, afinal a idade é pouca para entender que aquela dorzinha sem o “beijinho da mãe” vai passar, e afinal, porque só quando casar vai sarar? Pois bem, vem outros tombos, machucados, choros, e sempre a mesma frase ecoando.

Mother-Child.jpg

Chega uma fase da vida que talvez seja a de maior dúvida, de meninas nos tornamos moças, descobrimos um corpo diferente, um turbilhão de sensações estranhas e que mudam a cada hora. Com toda proteção em casa, pois afinal “somos o maior tesouro dos nossos pais! ”, como eles dizem, assim mesmo queremos ter novas experiências e a maioria “pra ontem”, tudo em um mesmo dia. Vem o primeiro garoto que descrevemos em diário, ou simplesmente sonhamos com o dia em que ele vai declarar que também sonha contigo, vem também as frustrações, pois existe a expectativa de ser tudo como imaginamos, e no fim disso a descoberta do primeiro beijo quando a gente menos espera.

Primeiro Beijo

A rotina muda quando vem a maioridade, quando viveu uma adolescência intensa, e agora tem responsabilidades de uma vida adulta, para aquela menina que quando caía era ruim, os tombos mudaram, são mais doloridos pois a caminhada começou a ser longa. Isso, porém a deixa mais forte, porque tinha sempre apoio dos pais que a fortalecia.  Dentre os problemas, a diversão, amizades novas, tudo que a rodeava era nutrido com muito carinho, mas ainda faltava alguma coisa. Surge uma pessoa que passou a ser especial e havia a necessidade de estar perto toda hora.

Danielle_namoro

Casal real: André e Danielle quando eram namorados

Diariamente, o sentimento vai crescendo, cada detalhe significa muito para ela e ele supera, pois transmite o cuidado, aquele que ela tinha em casa, mas de maneira diferente e isso durante um tempo faz com que ela perceba que o “beijinho” que faz passar qualquer dor, é universal, mas cada um tem sua forma de expressar!

Tudo que ela queria “pra ontem”, foi acontecendo de forma sutil, e quando menos esperou, veio um pedido que mudaria sua rotina novamente. Em uma bela surpresa, servida de romance e brindada pela delicadeza, ele a pediu em casamento.

Danielle_noivado

Momento do pedido de casamento

Durante os preparativos, muita correria, trabalho, organização da casa nova, o nervosismo a flor da pele, a família e amigos por perto, chega o dia da cerimônia e ela está tranquila, pois durante esse período, que teve obstáculos difíceis, os dois se uniram por um bem maior, e dali a certeza de que ela fez a escolha certa para a vida toda, e que a frase “Quando casar, sara! ”, nunca fez tanto sentido.

casamento-gloria-joinville-danielle-andre-fotografo-eduardo-perazzoli_051

Noivos reais: Danielle e André iniciaram o namoro em 2009, ficaram noivos em 2016 e casaram em março de 2017

Danielle_casamento

Noiva veste: London Noiva e Noivo | Organização: Carmen Oliveira | Foto/Vídeo: Eduardo Perazzoli e Mottiva Filmes | Maquiagem: Jheff Santana

Texto: Priscila Matos

Sua opinião é muito importante para nós!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s